quinta-feira, novembro 30, 2006

Words

See just this Post & Comments / 1 Comments so far / Post a Comment /   Home
Next, Back, Thread Ahead: Nova moralidade / New Morality, Thread Back: Two Views of Climate Change.

Did I say all this before? Is the world goin' backwards and so is the bride?

Someone and someone were down by the pond
Looking for something to plant in the lawn.
Out in the fields they were turning the soil
I'm sitting here hoping this water will boil
When I look through the windows and out on the road
They're bringing me presents and saying hello.

Singing words, words between the lines of age.
Words, words between the lines of age.
If I was a junkman selling you cars,
Washing your windows and shining your stars,
Thinking your mind was my own in a dream
What would you wonder and how would it seem?
Living in castles a bit at a time
The King started laughing and talking in rhyme.

Singing words, words between the lines of age.
Words, words between the lines of age.


      Neil Young, Words, Harvest - 1972.


I always thought it was 'lines of H' - did I say all this before?

Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

New York Times - Global Warming Goes to Court.

Real Climate - Supreme Court Amicus Curiae From Scientists.

Brief of Amici Curiae Climate Scientists: David Battisti, Christopher Field, Inez Fung, James E. Hansen, John Harte, Eugenia Kalnay, Daniel Kirk-Davidoff, James C. McWilliams, Jonathan T. Overpeck, F. Sherwood Rowland, Joellen Russell, Scott R. Saleska, John M. Wallace, And Steven C. Wofsy in support of Petitioner. Damned ADOBE Acrobat .pdf shite! - I will reformat more accessibly in the Archive after a while.

Tags: , .

sábado, novembro 11, 2006

Ônibus 174, Ônibus 499

See just this Post & Comments / 2 Comments so far / Post a Comment /   Home
Next, Back, Thread Ahead: None Yet, Thread Back: None.

10/11, Terra, Homem mantém reféns dentro de ônibus na via Dutra.
11/11, JB, Um dia de horror, (Archive).
11/11. JB, Casamento marcado pela violência, (Archive).
11/11, JB, Pastor estava em rebelião de Benfica, (Archive).
11/11, JB, Ciúme leva a ato extremo, (Archive).
11/11, JB, Drama de ex-mulher comoveu passageiros e os manteve no ônibus, (Archive).

André Ribeiro / Cristina Ribeiro / mae dele / irmã dele / casamento
Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

Claudio Jorge / Mart’nália - Novos Tempos.

A chuva chega e ela vem lavar
Vem me livrar do mal
É água fresca para aliviar meu coração
Que secou de tanto pranto derramado
Pela mágoa que se instalou no meu peito
De um jeito tão perverso
De um jeito tão perverso
Hoje se desfez nestes versos
Um arco- íris se formou no céu
É um sinal que a paz
Já está de volta na minh'alma
Sinto calma, são novos tempos enfim
Graças à chuva que levou o rancor
me permitindo viver outro grande amor

Enquanto Durmo - Zelia Duncan

muitas perguntas
que afundas de respostas
não afastam
minhas dúvidas
me afogo
longe de mim
não me salvo
porque não me acho
não me acalmo
porque não me vejo
percebo até
mas desaconselho.

espero a chuva cair
na minha casa
no meu rosto
nas minhas costas largas
espero a chuva cair
nas minhas costas largas
que afagas enquanto durmo
enquanto durmo
enquanto durmo.

de longe
parece mais fácil
frágil é se aproximar
mas eu cobro
eu dobro teus conselhos
não me salvo
porque não me acho
não me acalmo
porque não me vejo
percebo até mas desaconselho.


Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

Tags: , , , , , , , , , , .

segunda-feira, novembro 06, 2006

Two Views of Climate Change

See just this Post & Comments / 3 Comments so far / Post a Comment /   Home
Next, Back, Thread Ahead: Words, Thread Back: Bankrupt !.

Tuesday November 21 2006

Something from Leonardo Boff: Ecologizar a política e a economia, (Archive).

Monday November 6 2006

Two Canadians, both Newfoundlanders, talking about Climate Change. For Rex, the mere fact that I now capitalize this phrase 'Climate Change' is pretty much the whole point; while Gwynne puts out something which seems to me both realistic and even ... hopeful. You pick.

03/11, Rex Murphy, Overheated climate arithmetic, (Archive), Globe Comment.
29/09, Gwynne Dyer, Climate: A Stich in Time ..., (Archive).

I am thinking specifically of another Newfoundland journalist as I post this, David Sorensen, editor of the Memorial University of Newfoundland's Gazette (and MUN Today as well by the look of it) - I wonder what he thinks? (As I thought, he is concerned with hockey and beer, so it goes; he's young enough, if the ice goes and the beer gets warm sometime later in his lifetime he may remember, probably not. Anyway ... for now he's a star eh?)

Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

A-and from the real climate scientists: RealClimate: How much CO2 emission is too much?

Here's another Canadian, not a Newfoundlander but still clever: 21/10, Thomas Homer-Dixon, Unleash Canada's capitalist creativity on global warming.

A-and finally, a good word or two from Spiegel: 06/11, Our Warming World - The Day the Climate Changed, (Archive), Technorati Blogs.

There is a kind of anger in this poem that appeals to me, not just a possibly dying earth but all the possibilities that have been smothered by greed and stupidity.

Miners

There was a whispering in my hearth,
A sigh of the coal,
Grown wistful of a former earth
It might recall.

I listened for a tale of leaves
And smothered ferns,
Frond-frosts, and the low sly lives
Before the fauns.

My fire might show steam-phantoms simmer
From Time's old cauldron,
Before the birds made nests in summer,
Or men had children.

But the coals were murmuring of their mine,
And moans down there
Of boys that slept wry sleep, and men
Writhing for air.

And I saw white bones in the cinder-shard,
Bones without number.
Many the muscled bodies charred,
And few remember.

I thought of all that worked dark pits
Of war, and died
Digging the rock where Death reputes
Peace lies indeed.

Comforted years will sit soft-chaired,
In rooms of amber;
The years will stretch their hands, well-cheered
By our life's ember;

The centuries will burn rich loads
With which we groaned,
Whose warmth shall lull their dreaming lids,
While songs are crooned;
But they will not dream of us poor lads,
Left in the ground.

      Wilfred Owen.


Tags: , , , , , , , , , , .

sábado, novembro 04, 2006

Notícias do Brasil / News from Brazil

See just this Post & Comments / 0 Comments so far / Post a Comment /   Home
Next, Back, Thread Ahead: None Yet, Thread Back: Luiz Inacio Lula da Silva 2006.

I will translate these eventually ... maybe later this week.

Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

Jornal do Brasil Online
04 de novembro de 2006
Lula pede operação mãos limpas
 Jornal do Brasil Online
04 de novembro de 2006
Lula pede operação mãos limpas
2º mandato - Aos jornais europeus, o presidente defendeu relação privilegiada com os EUA 2º mandato - Aos jornais europeus, o presidente defendeu relação privilegiada com os EUA
Uma operação Mãos Limpas à brasileira para combater a corrupção. É disso que o Brasil precisa, segundo o presidente reeleito, Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista aos jornais La Repubblica (italiano), El País (Espanha) e Le Figaro (França), Lula destacou a necessidade de uma reforma política para eliminar a corrupção. A operação Mãos Limpas debelou um esquema de irregularidades que mudou o cenário político italiano nos anos 90. Uma operação Mãos Limpas à brasileira para combater a corrupção. É disso que o Brasil precisa, segundo o presidente reeleito, Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista aos jornais La Repubblica (italiano), El País (Espanha) e Le Figaro (França), Lula destacou a necessidade de uma reforma política para eliminar a corrupção. A operação Mãos Limpas debelou um esquema de irregularidades que mudou o cenário político italiano nos anos 90.
- Não acredito que a reforma política resolverá tudo. Precisamos do trabalho da Justiça para acabar com a impunidade - concedeu o presidente, que também se disse "orgulhoso" do que chamou de "batalha contra a corrupção" em seu governo. A Polícia Federal, segundo Lula, realizou 300 operações anticorrupção entre 2003 e 2006. No governo anterior, foram 48. - Não acredito que a reforma política resolverá tudo. Precisamos do trabalho da Justiça para acabar com a impunidade - concedeu o presidente, que também se disse "orgulhoso" do que chamou de "batalha contra a corrupção" em seu governo. A Polícia Federal, segundo Lula, realizou 300 operações anticorrupção entre 2003 e 2006. No governo anterior, foram 48.
Ao envolvimento de companheiros do PT em denúncias de corrupção o presidente chamou de "golpe duríssimo". Adiantou, no entanto, que o dever do governo é ser "intransigente". Ao envolvimento de companheiros do PT em denúncias de corrupção o presidente chamou de "golpe duríssimo". Adiantou, no entanto, que o dever do governo é ser "intransigente".
- Todos que estão envolvidos devem ser processados, nenhum deles terá proteção do meu governo - decretou. - Todos que estão envolvidos devem ser processados, nenhum deles terá proteção do meu governo - decretou.
Na entrevista à imprensa estrangeira, o petista defendeu o fim da liderança brasileira no continente. Na entrevista à imprensa estrangeira, o petista defendeu o fim da liderança brasileira no continente.
- Eliminamos do nosso dicionário a expressão hegemonia - sentenciou - O Brasil não quer liderar nada, quer ser sócio de todos os países e trabalhar em harmonia para que o povo possa ver nosso continente crescer. - Eliminamos do nosso dicionário a expressão hegemonia - sentenciou - O Brasil não quer liderar nada, quer ser sócio de todos os países e trabalhar em harmonia para que o povo possa ver nosso continente crescer.
O El País destacou que Lula quer uma "relação privilegiada com os Estados Unidos", ainda que o Brasil tenha demonstrado afinidades com líderes contrários, como Hugo Chávez e Evo Morales. O El País destacou que Lula quer uma "relação privilegiada com os Estados Unidos", ainda que o Brasil tenha demonstrado afinidades com líderes contrários, como Hugo Chávez e Evo Morales.
- A relação da Venezuela com os Estados Unidos não é a do Brasil. Cada presidente governa em função da cultura política de seus país. Quando se trata de política externa na América do Sul, pensamos igual, mas, quando se trata de relações estratégicas, ele (Chávez) pode pensar uma coisa e eu, outra - disse. - A relação da Venezuela com os Estados Unidos não é a do Brasil. Cada presidente governa em função da cultura política de seus país. Quando se trata de política externa na América do Sul, pensamos igual, mas, quando se trata de relações estratégicas, ele (Chávez) pode pensar uma coisa e eu, outra - disse.
O presidente, ainda assim, elogiou os presidentes da Venezuela e da Bolívia. O presidente, ainda assim, elogiou os presidentes da Venezuela e da Bolívia.
- Chávez é bom para a Venezuela. É o presidente que nos últimos 30 anos mais se preocupou com os pobres. O mesmo ocorre com Evo Morales - defendeu Lula. - Chávez é bom para a Venezuela. É o presidente que nos últimos 30 anos mais se preocupou com os pobres. O mesmo ocorre com Evo Morales - defendeu Lula.

Jornal do Brasil Online
04 de novembro de 2006
Editorial: Pesca predatória ameaça o Brasil
 Jornal do Brasil Online
04 de novembro de 2006
Editorial: Pesca predatória ameaça o Brasil
O artigo publicado ontem pela conceituada revista científica Science deve ser lido pelas autoridades brasileiras com muita atenção. Entre outras conclusões sinistras, os cientistas e pesquisadores encarregados do estudo concluíram que praticamente todas as espécies de frutos do mar desaparecerão até 2048. Para um país com as dimensões de costa que o Brasil possui, o aviso é um atestado de exploração indevida e um chamado à responsabilidade. É preciso proteger os recursos de mar azul como uma área estratégica para a nação. O artigo publicado ontem pela conceituada revista científica Science deve ser lido pelas autoridades brasileiras com muita atenção. Entre outras conclusões sinistras, os cientistas e pesquisadores encarregados do estudo concluíram que praticamente todas as espécies de frutos do mar desaparecerão até 2048. Para um país com as dimensões de costa que o Brasil possui, o aviso é um atestado de exploração indevida e um chamado à responsabilidade. É preciso proteger os recursos de mar azul como uma área estratégica para a nação.
Nos anos 70, a campanha pelo estabelecimento do mar territorial de 200 milhas despertou um forte sentimento nacionalista na população. A questão é que a faixa de domínio econômico fixada pelos tratados é de 12 milhas de extensão. Nas outras, o controle é reconhecido na mesma proporção em que o Estado se mostra capaz de gerir e proteger os recursos ali descobertos. Não é isso que acontece, podemos ver. Nos anos 70, a campanha pelo estabelecimento do mar territorial de 200 milhas despertou um forte sentimento nacionalista na população. A questão é que a faixa de domínio econômico fixada pelos tratados é de 12 milhas de extensão. Nas outras, o controle é reconhecido na mesma proporção em que o Estado se mostra capaz de gerir e proteger os recursos ali descobertos. Não é isso que acontece, podemos ver.
A atividade pesqueira no Brasil é predatória e só recentemente iniciativas ainda tímidas começaram a restringir a exploração no período do defeso. Faltam educação e conscientização na necessidade de proteção dos recursos. A atividade pesqueira no Brasil é predatória e só recentemente iniciativas ainda tímidas começaram a restringir a exploração no período do defeso. Faltam educação e conscientização na necessidade de proteção dos recursos.
Um total de 29% das espécies de peixes e frutos do mar já entraram em colapso, queda de rendimento de mais de 90%, informa o estudo. No litoral brasileiro, a falta de investimentos na Marinha como guardiã desse potencial deixou perigosamente abertas as portas aos predadores, especialmente barcos estrangeiros. Um total de 29% das espécies de peixes e frutos do mar já entraram em colapso, queda de rendimento de mais de 90%, informa o estudo. No litoral brasileiro, a falta de investimentos na Marinha como guardiã desse potencial deixou perigosamente abertas as portas aos predadores, especialmente barcos estrangeiros.
É um problema de ordem global, enfrentado por outros países com ações militares. Há frotas clandestinas pilhando áreas de conservação, barcos sem bandeira, que jamais aportam. Na costa do Brasil, já fizeram estragos com redes de profundidade em Santa Catarina. Com os porões abarrotados, fogem para as águas internacionais, onde são abastecidos, trocam a tripulação e transferem a carga. É um problema de ordem global, enfrentado por outros países com ações militares. Há frotas clandestinas pilhando áreas de conservação, barcos sem bandeira, que jamais aportam. Na costa do Brasil, já fizeram estragos com redes de profundidade em Santa Catarina. Com os porões abarrotados, fogem para as águas internacionais, onde são abastecidos, trocam a tripulação e transferem a carga.
É preciso dotar a costa brasileira de um Sivam do mar. Barcos rápidos, equipados com radares de longo alcance, capazes de detectar, perseguir e apresar a rapina antes que cheguem ao santuário. Caso contrário, corremos o risco de ter um oceano lindo e vazio. É preciso dotar a costa brasileira de um Sivam do mar. Barcos rápidos, equipados com radares de longo alcance, capazes de detectar, perseguir e apresar a rapina antes que cheguem ao santuário. Caso contrário, corremos o risco de ter um oceano lindo e vazio.

Tags: , , , , , ,

sexta-feira, novembro 03, 2006

Two Views of Darfur

See just this Post & Comments / 1 Comments so far / Post a Comment /   Home
Next, Back, Thread Ahead: Darfur, two more views, Thread Back: Darfur, can't look away.

Eric Reeves' website, Jan Pronk's website.

Click to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para AumentarClick to Enlarge / Click para Aumentar

30/10/06, IRIN, SUDAN: Government still seeking military solution in Darfur, Pronk says, (Archive).
26/10/06, Eric Reeves, Khartoum Expels Kofi Annan's Special Representative for Sudan, Jan Pronk, (Archive).

I should tag this post with 'boobage' too ... I am not going to make any further editorial comment than that ... well, I guess I will say 'you can always tell a Dutchman, but you can't tell him much', although it has no bearing here whatsoever; what can I say about Americans to balance it off I wonder?

I did mention these guys in a previous post not in the thread: This is the day which the Lord hath made. A-and a bit later on, dropping a line to Eric himself, found my self in a flame-war, hermetic rhetoric - ai ai ai! "Bugger off", he says to me. I must look up that scripture that the Mennonites use when they try to speak truth to their neighbours ... Matthew somewhere ... ?

And Ezra Pound and T. S. Eliot
Fighting in the captain's tower
While calypso singers laugh at them
And fishermen hold flowers

     Bob Dylan, Desolation Row.


Click to Enlarge / Click para Aumentar
Things are gonna to slide
Slide in all directions
Won't be nothing
Nothing you can measure anymore
The blizzard
The blizzard of the world
Has crossed the threshold
And it has overturned
The order of the soul

     Leonard Cohen, The Future.


Tags: , , , , , .